Erros de adaptação – S4C Construções

Erros de adaptação

Muitos locais ainda não possuem itens básicos de acessibilidade enquanto outros que os possuem nem sempre respeitam a norma e as leis brasileiras

 

A lei federal 10.098/2000 e a NBR 9050/2015, que versam sobre acessibilidade, e a lei 13.146/2015, que instituiu o Estatuto da Pessoa com Deficiência, têm conseguido, ainda que lentamente, tornar espaços e equipamentos acessíveis.

Estes dispositivos levam em consideração o Desenho Universal, conceito que estabelece critérios para que edificações, ambientes internos, urbanos e produtos atendam um maior número de usuários, fornecendo biodiversidade humana e proporcionando uma melhor ergonomia para todos.

Apesar de a evolução na acessibilidade ser demorada e as tentativas de tornar locais acessíveis serem pontuais, construtoras de empreendimentos imobiliários, proprietários de estabelecimentos particulares e órgãos públicos têm adaptado ou projetado novos espaços respeitando as diretrizes. Isso porque para obter ou renovar alvarás de funcionamento e habite-se, por exemplo, os itens de acessibilidade têm que estar presentes.

O problema surge quando tais itens são implantados erroneamente. Na tentativa de tornar um ambiente acessível, mas sem a consultoria de profissionais capacitados e experientes, sem a devida observação da norma e das leis, o que se tem visto em diversos empreendimentos e espaços públicos são erros crassos.

 

Estes são os mais comuns:

 

– inexistência de banheiros acessíveis em rotas acessíveis;

– maçanetas difíceis de serem usadas;

– portas e corredores estreitos;

– falta de área de transferência em banheiros;

– falta de barras de apoio;

– vasos sanitários muito altos;

– falta de sinalização tátil, em relevo ou braile;

– pisos derrapantes e irregulares;

– vasos sanitários com abertura frontal;

– altura de acessórios, como bebedouros, papeleiras e saboneteiras;

– rampas muito inclinadas e íngremes.

 

a

 

aa

 
1

 

c

 

cc

 

d

 

dd

 

 

Expectativa – A tendência que deverá crescer nos próximos anos é o uso do Desenho Universal, mas para isso acontecer, há que se entender a importância da acessibilidade e como ela ajuda a tornar a vida das pessoas mais independente, segura e confortável.

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Google
Fontes:
http://www.maxximiza.com.br/os-7-erros-mais-comuns-encontrados-em-projetos-de-acessibilidade/
http://techne.pini.com.br/engenharia-civil/151/capa-sete-mandamentos-da-acessibilidade-286642-1.aspx
https://s4cconstrucoes.com.br/acessibilidade-e-a-palavra-chave-das-novas-construcoes/

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *